Realizando as Configurações Padrões para a DIRF 2018

Nesta página será mostrado quais são as configurações padrões que precisam ser realizadas no Dataplace para que a DIRF 2017 seja gerada corretamente.

Para que a geração do disco DIRF possa ser realizada corretamente, será necessário algumas parametrizações:

1. Executar atualizador de estruturas  (pSymDBA_Tools2008.exe):

1.1. Escolher a opção Atualizar bancos de dados existentes (dados e estrutura);

1.2. Inserir um servidor com usuário e senha;

1.3. Na etapa 2, selecionar o banco de dados e aplicação DIRF – Declaração do Imposto Retido na Fonte para alinhamento da base de dados. Conforme exemplo da figura 1.

1.4. Após a seleção dos itens, clique no botão Avançar. O processo de atualização terá início, e o usuário poderá acompanhar o andamento do mesmo através da barra de status exibida na aba Final. Ao término da atualização, o usuário será notificado através de mensagem informativa.

2. É necessário que a empresa esteja devidamente configurada como Centralizadora = Matriz e/ou Centralizada = Filial, definido no sistema de Folha de Pagamento >> Empresas >> aba Informações Gerais.

3. Abra o módulo da DIRF, vá à aba Referências e adicione uma referência. Exemplo: Ano Referência: 2018 e Ano Calendário: 2017.

4. A aba Declarante/Responsável virá preenchido com os dados da empresa cadastrada no sistema de Folha de Pagamento, tanto para Pessoa Física, quanto para Pessoa Jurídica. Será necessário o preenchimento dos Dados do Responsável.

5. Caso seja utilizado os Rendimentos da Folha de Pagamento, vá até a aba Configuração Rendimentos, e selecione Folha de Pagamento no campo Seleção de Valores com base em. Os rendimentos  serão inseridos de acordo com a Folha de Pagamento.

6. Caso deseja configurar a busca dos Beneficiários/valores a serem declarados, basta utilizar a aba Configuração Rendimentos e personalizar a busca através dos campos Seleção de Valores com base em e Filtros relacionados a seleção.

7. Realizadas as configurações dos Rendimentos, vá à aba Referências, e utilize a ferramenta  Extrair Dados/Gerar Arquivo, onde será realizado o processo de extração dos dados e a geração do arquivo para a DIRF, e este gerará um arquivo em formato .txt para que seja importado pelo Programa Gerador da Declaração DIRF.

8. Pronto, o arquivo .txt foi gerado e poderá ser importado pelo Programa Gerador da DIRF, disponível para download no link:

http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/tributaria/declaracoes-e-demonstrativos/dirf-declaracao-do-imposto-de-renda-retido-na-fonte/tabelas-pgds/programa-gerador-da-declaracao-dirf-2018

8.1. Faça o download do Programa Gerador da DIRF;

8.2. Execute o Programa Gerador da DIRF;

8.3. Com o programa aberto, opte por Importar Dados.

8.4. Selecione ou digite o caminho do arquivo .txt gerado pelo módulo DIRF (Dataplace) e prossiga com a importação no Programa Gerador da DIRF.

9. Acessar o módulo DIRF – Declaração do Imposto Retido na Fonte.

Para conhecer o processo de Gerar dados para DIRF, consulte o tópico Declaração do Imposto Retido na fonte.

Este documento foi útil para você?